A Era Disco

Um estilo de música extremamente dançável e popular, a Disco é a combinação de um tempo do jazz acelerado com uma forte e intermitente batida do rock, quase sempre se utilizando de instrumentos latinos de percussão. Inicialmente ouvido em casas noturnas, chamadas de discotecas, onde os dançarinos eram atraídos por música mecânica pré-gravada e incessante iluminação altamente elaborada, a Disco deriva-se do twist, um tipo de dança solo extremamente popular no início dos anos 60. A dança Disco era mais formal e bem mais complexa que o twist, além de, em muitos casos, requerer uma partner.

Estes termos não são exatamente definições, e sim, certo parâmetro para compreender as vertentes que dali viriam. Alguns dos novos estilos são apenas a mistura do rock (com seu ritmo forte e a tecnologia eletrônica), com outros idiomas musicais já estabelecidos. Entretanto, folk-rock e country-rock mantiveram as características do folk e do country.

O reggae, que surgiu da Jamaica por volta de 1972, é uma integração do rock, soul, calypso e ritmos latino-caribenhos. 


O jazz-fusion ou simplesmente fusion é o encontro entre os músicos instrumentais do rock atraídos pelas possibilidades oferecidas pelo jazz, e, ao mesmo tempo, a atração dos músicos de jazz pelo potencial tecnológico e comercial do rock.


Outros diversos estilos são mais claramente baseados nos princípios do rock:

- O pop rock benigno e comercial de grupos como os Osmond Brothers e posteriormente, Elton John e uma série de outros nomes ligados igualmente a música pop.

- O punk rock com sua vulgaridade e denúncias propositalmente estridentes.

- O heavy metal rock, que continuou a alucinógena aproximação com o chamado acid rock, porém numa dimensão mais estreita. Baseado no poder hipnótico da repetição (volume alto e distorções eletrônicas), esse estilo, heavy-metal, é representado por nomes como Iron Butterfly, Deep Purple e Led Zeppelin (que ironicamente teve na balada “Stairway to Heaven” o seu maior hit).

O glitter rock se aproxima mais de uma apresentação teatral do que exatamente de um estilo de música, apresentando um hard rock envolvido em roupas extravagantes (às vezes também usadas por nomes da música pop), incluindo figuras bizarras e andróginas. Destacam-se Alice Cooper, David Bowie e o grupo Kiss.

O new wave rock fez seu debut como uma espécie de volta ao básico, com ênfase em métricas sem adornos e em letras mais elaboradas.

Como nenhum desses estilos, talvez com a exceção do pop rock em alguns casos, preocupou-se em ser um ritmo dançante. A atual reação a este processo foi o surgimento da disco music, criada para as pistas de dança. Sua marcação regular de batidas e mini batidas acentuadas foi imediatamente rejeitada pelo público do rock, que entendia ser este novo estilo excessivamente mecânico, comercial e nada lírico.